segunda-feira, 21 de junho de 2010

China medieval

       Por volta do século VII, as diferenças entre a China e a Europa eram maiores do que as semelhanças; enquanto na Europa o poder se dividia entre vários senhores feudais, na China, o poder se concrentrava nas mãos dos imperadores. Enquanto as cidades europeias declinavam, as chinesas floresciam, abrindo-se inclusive ao contato com o Ocidente.
Dinastia Tang 
       O período Tang é considerado a época de ouro da China medieval. Por meio da guerra e/ou da diplomacia, o Império Chinês conquistou vasta área, que vai da Coreia, a leste, até a Pérsia, a oeste, onde foi detido pelos árabes muculmanos, em 751, na Batalha de Talas. Com essa rápida expansão, a China dos Tang tornou-se uma das maiores potências daqueles tempos.
Mapa do império Chinês dos Tang e seus vizinhos
A sociedade
       Na época dos Tang, o imperador governava por meio de decretos, nomeando e demitindo pessoas conforme sua conveniência; já a nobreza, o grupo mais rico e prestigiado da sociedade, dominava também a vida política, ocupando importantes cargos no governo. Muitos desses nobres eram parentes do imperador. A maioria deles morava em residências confortáveis, localizadas no campo, e cultivava o hábito de beber chá, jogar xadrez e enfeitar a casa com flores.
       Havia ainda artesãos agrupados em corporações que os protegiam, empregando-os  em casas de famílias ricas e arrumando colocação para seus produtos. Além deles, havia os trabalhadores especializados, como babás, guardas, músicos, e os trabalhadores braçais, como os carregadores de água e os que ajudavam a construir casas e estradas.
       Já os camponeses formavam a maioria da população chinesa e levavam uma vida muito difícil, trabalhando do nascer ao pôr-do-sol nas plantações de arroz, chá, cereais e frutas e tendo poucos minutos para a principal ou única refeição diária, feita ao meio-dia. alimentavam-se basicamente de carne de porco ou de peixe e arroz.
       A sociedade chinesa estava assim constituída quando foi fortemente influenciada por uma religião vinda da Índia, o budismo.
O budismo
      O budismo é uma religião surgida a partir dos ensinamentos de Sidharta Gautama, príncipe nascido no séc. VI a.C. numa região pertencente à Índia. Sidharta abandonou uma vida de luxo e prazeres para viver entre os pobre e meditar. O que ele mais desejava era descobrir por que o ser humano sofre.
      Após  muito meditar, chegou à conclusão de que a fonte de todo o sofrimento é o desejo. O desejo de riqueza, de poder, de fama....Acreditava que, libertando-se do desejo, a pessoa eliminaria o sofrimento e alcançaria o nirvana. Aos poucos, várias pessoas passaram a segui-lo, chamando-o Buda, que significa "o iluminado". Buda acreditava na reencarnação, isto é, que a alma não morre com a pessoa, mas continua a existir em outro corpo para pagar pelos erros das vidas passadas e ir se purificando aos poucos.
     Para chegar ao nirvana, Buda aconselhava seguir oito regras:
  1. Ter boas intenções;
  2. Ser honesto;
  3. Esforçar-se o suficiente;
  4. Evitar maus pensamentos;
  5. Concentrar-se ao fazer as coisas;
  6. Ser justo nas decisões;
  7. Falar somente o necessário e no momento oportuno;
  8. Fazer o que é conveniente.
     Alcançando o nirvana, a pessoa não teria mais de reencarnar (renascer em outro corpo) e, portanto, não precisaria mais sofre. Valorizando a caridade, a a sabedoria e a não violência, o budismo difundiu-se rapidamente.
 Budismo
O budismo na China
        Os principais responsáveis pela entrada do budismo na China foram os comerciantes; por isso, os primeiros centros budismo chineses ficavam nas áreas comerciais das grandes cidades. Assim como o cristianismos se espalhou de Roma para o restante da Europa, o budismo se alastrou da China para diversos pontos do Oriente, como Tibete, Coreia e Japão.
Governo x budismo
        Conforme o budismo foi crescendo, o governo chinês passou a persegui-lo por três motivos principais:
  • Os monges e as monjas não pagavam impostos sobre os mosteiros e as fazendas que possuíam;
  • Ao se converter ao budismo - religião pacifista - , as pessoas negavam-se a lutar na guerra pelo Império Chinês;
  • Os templos budistas faziam sinos, objetos de culto e estátuas de cobre, porém o governo necessiteva desse metal para cunhar moedas.
       Em 845, o governo chinês baixou um decreto acusando o budismo de ser uma religião de estrangeiros e de enfraquecer a China. Em seguida, apropriou-se de terras, metais e moedas de vários mosteiros, mandou destruir muitos deles e obrigou milhares de religiosos a deixar seus cargos.
      Com isso, o budismo sofreu um duro golpe na China. Mas o governo chinês só conseguiu impor essas medidas em algumas regiões do imenso território, sobretudo na capital. No restante do país, os budistas continuaram praticando seus culto e mantendo seus mosteiros. Hoje, o budismo ainda é uma religião com grande número de seguidores cuja influência se faz sentir em várias partes do mundo, inclusive no Brasil.
 Buda
A dinastia Song
      Durante a disnastia Song, iniciada em 960, a China progrediu. Registrou-se o desenvolvimento da cultura do arroz, a população passou a se alimentar melhor e cresceu, chegando a 100 milhões de habitante. O governo recolheu mais impostos, incentivou a navegação e o comércio de longa distância e passou a manter orfanatos, cemitérios públicos, celeiros comuns (tarefas feitas antes pelos monges budistas). Durante a dinastia Song ocorreram também inovações técnicas, como a xilogravura e a tipografia.
Kai-Feng, capital da China no ano 1000
          Entre os séculos X e XI, a China passou por um processo de urbanização acelerada. Exemplo disso é a cidade de Kai-Feng, centro comercial com hospedarias, lojas e oficinas de artesanato. Nas praças principais viam-se restaurantes finos, onde os mais ricos chegavam de riquixá (cadeirinha com duas rodas puxadas por um homem a pé). Já os mais pobre alugavam carroças ou barcos para se locomover, transportar pertences ou comerciar.
        A capitalda China ligava-se a outras grandes cidades chinesas por meio de estradas de pedras e tijolos, onde era intenso o trânsito de comerciantes. Outra via de comércio eram os ricos, constantemente percorridos por veleiros, que também viajavam para o exterior. As viagens de longa distância realizadas pelos grandes veleiros chineses (os maiores do mundo na época) tornaram-se mais seguras graças à bússola e à pólvora, que também foram descobertas na China.
        Navegando na direção sudeste, abarrotados de mercadorias (sedas, porcelanas, papel), os grandes veleiros chineses iam até a Índia. Lá os comerciantes chineses trocavam com os árabes seus produtos por produtos ocidentais.
A China invadida  
       Em 1127, povos guerreiros, conhecidos como tártaros, invadiram a China e tomaram a parte norte do país, obrigando os Song a mudar sua capital para a cidade de Hang-Tchou, no sul. No século XIII, uma nova onda de invações atingiu a China. Dessa vez, foram os mongóis, liderados por Gêngis Khan.
       Seu neto, Kublai Khan, venceu a resistência chinesa e, em 1279, tornou-se imperador da China, com o nome Yuan. Foi naquela época que o europeu Marco Polo viajou para a China e registrou a experiência em seu Livro das Maravilhas . Até então, os europeus não sabiam quase nada sobre a China, pois seus contatos com os chineses eram raros por causa da enorme distância que os separava, das dificuldades de comunicação por terra e mar e dos frequentes ataques de hunos ou mongóis.

Livro, Site, Filme
  • KAN, Lai Po. Os chineses. São Paulo: melhoramentos, 1991 (Povos do passado).
  • Budismo. Disponível em: <www.budismo.com.br>.
  •   Marco Polo. Direção de Kevin Connor. Estados Unidos: Universal Pictures, 2007



47 comentários:

Anônimo disse...

Alfredo Boulos Júnior

Anônimo disse...

iupi metade do meu trabalho ta aqui

Anônimo disse...

vira Homi rapá

Anônimo disse...

Vai se cagar

Anônimo disse...

meu irmao faz melhor

Anônimo disse...

U.UU estou estudando por aki meninoooooo vou tirar um Dez Amanhã>24 04 13


Ass:Ashelay Arruda <<< Meninaa

Anônimo disse...

A China encontra-se dividida em 22 províncias, cinco regiões autónomas e três municípios (Pequim, Xangai e Tianjin), cada um com um Governo Popular local eleito com poder de decisão sobre determinados assuntos.

Anônimo disse...

ameiiii ta tudo igual ao cap 5 do meu livro de historia

Anônimo disse...

eu to precisando das inovacoes realizadas e nao acho !!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

to com preguiça de ler esse saite deve ser muito besta

Anônimo disse...

Adorei, meu livro de história tem a mesma coisa disso, o capitulo 5, mais aqui é mais resumido, muito legal!
^^^^

Anônimo disse...

Está pesquisa mim ajudou muito no trabalho

Anônimo disse...

olha que legal essa pesquisa mais é um coco só fala de bla blu besteiras eka........

Anônimo disse...

adorei !! essa pesquisa me ajudou mt a realizar meu trab. de história!!

Anônimo disse...

fiz todo o trabalho do colegio aq kkk e olha q meu pai e prof. de historia...

Anônimo disse...

otimo

Anônimo disse...

Que beleza.. Trabalho feito

Luiza Mendes disse...

Vou tirar 10 na prova de amanha

Anônimo disse...

10 consertesa uau e iguau ao meu livro

Anônimo disse...

tudo q tem no meu livro tem aqui,n tem nem uma diferenca so na imagem!!!!

Anônimo disse...

muito bom,e sem igual vou tirara um 10 na trabalho de historia

maria eduarda dos santos silva disse...

muito bom tirei um 10 no trabelho de historia

Anônimo disse...

VAI TOMAR NO CU SEUS FILHO DA PUTA

Anônimo disse...

me ajudou muito na minha prova valeu mesmo

Anônimo disse...

me ajudou no meu trabalho, muito bom, bem claro o texto, vlw msm...

carla eduarda disse...

Ótimo, amei o site.. foi ótimo conseguir fazer meu trabalho escolar :D

Nayllane Santos disse...

ta tudo ingual a meu livro e tenho que saber mais sobre a china invadida :´(

Anônimo disse...

Olá eu sou brenda e eu quero um diferente do meu livrooooooooooooooooooo porfavor eu preciso pq eu tenho prova >>>>>>>>>>>>http://www.mundoeducacao.com/historiageral/o-reino-congo.htm <<<<<

Anônimo disse...

MUITO BOM

Anônimo disse...

ta tudo igual ao cap 5 do meu livro de historia

Anônimo disse...

MUITO BOM MSM VO TIRAR 10 NO TRABALHO

Anônimo disse...

muito bao vlw gente

Anônimo disse...

muito bom me ajudou muito

Anônimo disse...

Tambem tenho esse livro
" história sociedade e cidadania" também estou estudando para a prova do dia 20. 05.2014

Fabrício França disse...

Muito bom vou ganhar nota máxima no trabalho de história Hehehehehe!

Anônimo disse...

não era o que eu esperava mas estava bom

Anônimo disse...

ótimo vou tirar 10 no trabalho

Anônimo disse...

Ajudou muito para eu fazer minha prova !!!!!

hugo davi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

ao nubada joguem otpokemon.com

Ana Carolina Figueiredo disse...

Gostei...vai me ajudar na prova de hooj :3

Anônimo disse...

otimo

Anônimo disse...

affz eu vou manda matar o dono do site

Anônimo disse...

GOSTEI MUITOO

Anônimo disse...

filho da puta

Anônimo disse...

beleza é 10 conserteza

Anônimo disse...

e o mesmo que o professor falava na sala de aula....

Postar um comentário